Copercampos
Associados Copercampos
Webmail
Instagram

NOTÍCIAS

A pecuária leiteira da região de Ituporanga/SC tem novas oportunidades

28/08/2018

Com a implantação do controle reprodutivo de bovinos, mudanças na nutrição dos animais e gestão de recursos, produtores de leite, como seu Nivaldo Dorner visualizam resultados em produtividade.

Na pequena propriedade rural, o conhecimento gera resultados. Com um trabalho especializado, a equipe de profissionais da Copercampos busca disponibilizar ao produtor rural, ferramentas que facilitem no manejo diário da agropecuária.

Um exemplo de cooperação entre produtor rural e técnico da cooperativa está em Ituporanga/SC. O trabalho realizado pelo Médico Veterinário Ricardo Henrique da Silva, na propriedade do produtor Nivaldo Dorner está propiciando um aumento de produção leiteira sem aumentar a quantidade de animais na propriedade.

Nesta propriedade, o controle reprodutivo dos animais iniciou a menos de um ano, com exames de palpação e ultrassom nos animais, possibilitando que o produtor identifique animais prenhes, aptos a prenhes e possíveis problemas reprodutivos.

“Na pecuária leiteira, com o uso da ferramenta do ultrassom e acompanhamento reprodutivo, conseguimos identificar animais aptos à inseminação artificial ou protocolo de Inseminação Artificial em Tempo Fixo (IATF), aumentando a efetividade reprodutiva, emprenhando a grande maioria dos animais até os 120 dias pós-parto e consequentemente aumentando a média de produção”, explicou Ricardo.

Além de aumentar a efetividade dos animais na propriedade rural, pois com o controle é possível identificar animais com problemas de reprodução, o trabalho da equipe Copercampos também está ligado ao manejo pré-parto e nutrição dos animais. Com apoio profissional do técnico da Rações Sertaneja, seu Nivaldo conta hoje com rações equilibradas, já com a adição de minerais para facilitar o manejo do rebanho.

“Nossa propriedade depende 100% da pecuária leiteira. Estamos a mais de 20 anos na atividade e vemos um bom resultado aplicando as técnicas de controle reprodutivo, pré-parto e nutrição com rações. A produção leiteira oscila muito, principalmente no fator econômico, mas acredito que o preço é um detalhe, pois o produtor precisa produzir e estamos conferindo desde que iniciamos com a assistência do Ricardo, uma mudança em produção média dos animais”, ressalta seu Nivaldo.

Atualmente, são mais de 30 animais em lactação na propriedade. A média produtiva é de 15 litros/dia de leite por animal. “Antes de iniciarmos o trabalho de controle reprodutivo, de mudanças na alimentação dos animais com ração e adicionando a cevada, tínhamos uma média de 10l/dia e hoje estamos com 15l/dia. Mudamos a alimentação destes animais com o que tínhamos e já vimos um resultado em produção, e brincamos que já aumentamos a meta de produção. Nós contamos agora com a pastagem de inverno para visualizar um aumento dessa produção para termos uma melhor média produtiva. Tínhamos uma expectativa de elevar em três litros, aumentamos para cinco litros/dia e estamos buscando elevar para um aumento de oito litros/dia”, explicou o produtor.

Com um gerenciamento de todos os processos e atentos a saúde dos animais, a propriedade tem se tornado mais eficiente. “Ouvíamos que teríamos um aumento do custo com a melhoria da nutrição, utilização da cevada, por exemplo, mas visualizamos o contrário até, pois se gasta um pouco mais, mas a produção é bem superior, então é um custo que compensa. O resultado final é maior e somos mais eficientes na atividade”.

Na propriedade localizada em Três Barras, interior de Ituporanga, os trabalhos são executados por seu Nivaldo, sua esposa Neli, a filha Leidiane e o genro Maicon Mauerwerk. A família contente com o trabalho, almeja mais. De acordo com Leidiane, o objetivo para os próximos anos é aumentar a produção e também os animais em lactação. “Temos condições de aumentar em até 15 animais em lactação e esse é nosso objetivo. O trabalho é o mesmo com 30 ou 40 animais, então, desejamos ter mais animas e também aumentar a média de produção, tendo o controle reprodutivo dos animais, investindo em genética e nutrição”, ressaltou Leidiane.

Além de pastagens de inverno e verão, seu Nivaldo utiliza na alimentação dos animais, rações, silagem de milho e cevada. A confiança na equipe da Copercampos e a facilidade em adquirir os insumos para a atividade fazem a diferença para o produtor. “Nós buscamos trabalhar com a cooperativa, por meio do Ricardo e do Hélio (Rações), porque temos como fazer tudo em um só lugar. Até agora está tudo 100% o trabalho, facilitou bastante o manejo de trato aos animais e estamos contentes com a parceria. Estou gostando muito do trabalho”, finalizou Nivaldo Dorner.

Assim como na propriedade de seu Nivaldo, a equipe da Copercampos está desenvolvendo o mesmo trabalho em propriedades de leite e de criação de gado de corte. O exemplo da região tem sido ampliado para outras regiões onde a Copercampos atua, para que a integração de atividades fortaleça o associado e possibilite a sua continuidade no campo.
  • Esta reportagem foi publicada na edição 129 do Jornal Copercampos de Agosto de 2018.
voltar

Com matriz em Campos Novos, município reconhecido como “Celeiro Catarinense”, a Copercampos tem suas principais atividades focadas na produção e comercialização de cereais, produção de sementes, venda de insumos e agroindústria. Hoje são mais de 50 unidades distribuídas nos estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

CONTATO

TELEFONES
Fone 49 3541 6000
Fax 49 3541 6033

ENDEREÇO
Rodovia BR 282 - Km 342 - Nº 23
Bairro Boa Vista - Caixa Postal 161
CEP 89620-000 - Campos Novos/SC

CURTA COPERCAMPOS NO FACEBOOK