http://www2.copercampos.com.br/jornal/pdf/13082019revistacopercampos006.pdf" />
Copercampos
Associados Copercampos
Webmail
Instagram

NOTÍCIAS

Cenoura o ano todo – Produtor está satisfeito com produção

20/08/2019

Com planejamento, Allan Edmundo Seemann, produz a hortaliça com alta qualidade durante os 12 meses.

Produzir cenouras com alta qualidade o ano todo é o objetivo do produtor rural associado da Copercampos Allan Edmundo Seemann. Engenheiro Agrônomo de formação, Allan se dedica exclusivamente a propriedade da família.

Ao lado do pai Luiz Cláudio Seemann, Allan está há cinco anos produzindo a hortaliça na região de Lebon Régis, em Santa Catarina e se diz satisfeito pelo retorno obtido com a cultura. Com planejamento e adequações na propriedade, a produção de cenoura é escalonada, garantindo a produção anual e com bons resultados na comercialização da hortaliça devido à entressafra de algumas regiões produtoras.

Neste período de inverno, o produtor está colhendo em torno de 45ton por hectare, ou cerca de 1,5 mil caixas de 30kg (em média) de cenoura/ha. “A produção hoje está mais baixa, mas colhemos áreas de 70ton/ha. Com essa produção de 45ton/ha já conseguimos um bom retorno devido à valorização da hortaliça no mercado. O mercado é bom, é difícil ficarmos sem comercializar o produto, mas o preço oscila bastante, então, é preciso se planejar bem para ter um bom resultado anual”, ressalta Allan.

Allan ressalta que no segundo semestre, há uma desvalorização do produto, porém, em julho, ele comercializou a caixa de cenoura de 30kg, a R$ 35,00. “Tivemos picos de venda no primeiro semestre de até R$ 50,00 a caixa, hoje estamos comercializando entre R$ 30,00 a R$ 35,00, que ainda é muito bom. Com esse escalonamento de produção conseguimos aproveitar os bons momentos e obter uma média de venda que atenda as nossas expectativas, pois quando as grandes regiões produtoras destinam a hortaliça ao mercado, há uma queda nos preços”, comenta.

O ciclo de produção da hortaliça dura em torno de 120 dias na cultura que recebe investimentos de cerca de R$ 20 mil/ha. “O investimento não é baixo. Sementes, fertilizantes e mão de obra respondem pelos maiores custos. 30% do valor total é destinado a mão de obra para produzir a cenoura, então, precisamos ter uma produção boa e vender bem a hortaliça”.

Por dois anos, Allan realizou estudos com variedades para conferir a adaptação e produtividade, visando atingir os melhores resultados com o escalonamento da produção. “Nós testamos variedades por dois anos e há três estamos com um sistema em andamento. Chegamos à conclusão que produzir cenoura o ano todo é fundamental para termos um bom resultado na propriedade”, reforça.

Manejo de doenças e pragas

Para produzir a cenoura, o manejo de doenças e pragas é essencial. A principal doença da cultura é a podridão de pré e pós-emergência por meio dos patógenos: Alternaria dauci e Alternaria radicina, por exemplo. Os fungos de solo como Fusarium sp. também podem prejudicar a lavoura, além de bactérias que atingem as hortaliças no pós-colheita e nematoides.

“Devemos manejar o solo, realizar a rotação de culturas e alternar áreas. Em terrenos novos o resultado produtivo é diferenciado. O manejo adequado de água na lavoura também influência a produção”.

Mercado – A cenoura é a 4º hortaliça mais cultivada no Brasil e 80% da produção é destinada ao mercado interno. As regiões do Alto Paranaíba, Triângulo Mineiro e Carandaí (MG), Cristalina (GO), Marilândia do Sul (PR), Caxias do Sul e Vacaria (RS), Irecê (BA) e São José do Rio Pardo (SP) são os maiores produtores da cultura.

A produção do associado Allan Edmundo Seemann é destinada para o mercado de Curitiba, no Paraná.

* Reportagem publicada na edição de Agosto da Revista Copercampos. Para ler mais notíciais especiais, acesse: http://www2.copercampos.com.br/jornal/pdf/13082019revistacopercampos006.pdf
voltar

CONTATO

FONE
49 3541 6000

ENDEREÇO
Rodovia BR 282 - Km 342 - Nº 23
Bairro Boa Vista - Caixa Postal 161
CEP 89620-000 - Campos Novos/SC

CURTA COPERCAMPOS NO FACEBOOK